terça-feira, 17 de março de 2009

COMO SER UM MOD: Pequeno manual canastrão para quem se considera mod, mas não passa de mod wannabe


Lição nº 1: Adquira qualquer peça básica de vestuário vinda de um brechó. Quanto mais velha, com cheiro de mofada e cara de vintage, melhor.
Lição nº 2: Não tome sol sob hipótese alguma, afinal tu tem que reafirmar de algum modo tuas origens européias que te permitem ser um mod.
Lição nº 3: Desalinhe o cabelo, se possível nem o lave. O que vale é o visual final, não os detalhes. Porque o vestuário mod nunca tratou de elegância, não é mesmo?
Lição nº 4: Desconheça a figura de Paul Weller e sua importância.
Lição nº 5: Para as meninas: cabelinho pomposo e style + delineador de gatinho + vestidinho trapézio com estampas geométricas + pose de Twiggy + agir como uma groupie = mod girl.
Lição nº 6: Compre qualquer óculos escuros modelo Ray Ban Wayfarer ou de aros grandes e lentes coloridas e saia desfilando com os mesmos em lugares fechados, fumacentos e escuros.
Lição nº 7: Dê mais importância em saber a diferença entre as prensagens dos vinis daqui e da Europa do que as músicas que eles contêm.
Lição nº 8: A tua banda de garagem tem que fazer pelo menos 2 covers do The Who.
Lição nº 9: Fique indignado ao saber que os Skinheads (aqueles nazistinhas) na verdade fazem parte da árvore genealógica Mod.
Lição nº 10: Desfile sua jaqueta verde oliva de corte militar cheia de patches. Parka tu não sabe o que é ou não sabe onde comprar.
Lição nº 11: Seja saudosista. Época boa mesmo era a década de 1960...aquela em que tu nem era nascido.
Lição nº 12: Use um botton do Faichecleres e do Mod Target, se possível os dois juntos, isso é bem mod.
Lição nº 13: Northern Soul?! O que é isso?
Lição nº 14: Pague um pau danado para os caras da Cachorro Grande (entre outras bandas as quais prefiro não citar).
Lição nº 15: A combinação camiseta retrô com terno e all star é muito mod fashion.
Lição nº 16: Seja otário a ponto de dizer que tu tem uma boina mod simplesmente por ter colocado um mod target nela...
Lição nº 17: Seja figurinha cativa de festinhas onde toquem música sessentista, assim todos os teus amigos sebosos saberão o quão mod tu és.
Lição nº 18: Chame qualquer scooter de Lambretta.
Lição nº 19: Banalize. O mod de alma banaliza o que for considerado da época. Consome atitudes, roupas, cultura e é adepto de modinhas.
Lição nº 20: Use drogas. Consuma anfetaminas. Cheire a farinha de trigo. Beba litros de Polar e whisky como se não houvesse amanhã. Dê um tapinha no béque com seus amiguinhos, afinal, psicodelia é década de 1960 e é tããão mod.
Lição nº 21: A capital brasileira Mod é Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Paulistas e curitibanos não têm razão para nos odiar, nem para rir da nossa cara.
Lição nº 22: Lembre que pessoas que são fãs de Beatles têm um pé no modernismo.
Lição nº 23: Se é vintage, então é Mod!
KEEP THE FAITH, CRIEM VERGONHA NA CARA E NÃO SIGAM NUNCA ESSE MANUAL PELO BEM DO MODERNISMO.

14 comentários:

  1. ahahahahhahaha.....adoreiiii!

    bjs
    André Mod

    ResponderExcluir
  2. faltou esse: nº 24: faça comentarios do tipo - "eu adoro Early Reggae, até comprei os ultimos discos do Planta e Raiz & do Armandinho" ...rs

    ResponderExcluir
  3. Eu nem sei o que é um mod...Na minha época, isso era mecanismo de vídeo game...

    ResponderExcluir
  4. A subcultura mod teve início com algumas turmas de garotos adolescentes com conexões familiares com o comércio de tecidos em Londres em 1958. Esses primeiros mods eram geralmente de classe média, obcecados com tendências da moda e estilos musicais, como ternos italianos bem justos, jazz moderno e rhythm and blues. Sua vida social urbana era impulsionada, em parte, por anfetaminas. É crença popular que os mods e seus rivais, os rockers, foram uma evolução dos Teddy boys, uma subcultura da Inglaterra da década de 50. Os Teddy boys eram influenciados pelo rock 'n' roll norte-americano, usavam trajes Edwardianos e penteados pomposos. No entanto, não existe um contínuo histórico consistente entre os Teddy Boys e os Mods, cujas origens se encontram fora do espectro do rock and roll.

    ResponderExcluir
  5. Tirou do Wikipedia essa, né, Rocko? =)

    ResponderExcluir
  6. ahahahahhha..... CTRL + C / CTRL + V (ai fica facil!)

    Os Mods ganharam espaço após a Segunda Guerra, por causa das baixas durante a mesma, faltava mão de obra qualificada, os jovens ingleses (Mods) viram a oportunidade de se tornar independentes...começaram a trabalhar de forma operariada nas fabricas de tecido no Norte da Inglaterra, onde havia maior concentração de trabalho! A grana ganha era religiosamente gasta com o visual, festas, drogas & cerveja nos fins de semana.... até por conta disso no começo dos anos 60 nasceu o que seria o primeiro moviemento "Rave" da historia: Northern Soul - que eram encontros de apaixonados pelas musica soul & R&B americanos, como o proprio nome diz, as festas aconteciam em pequenos clubes no Norte da Inglaterra, mesmo local onde as fabricas se aglomeravam com o céu cinza & o clima frio londrino!
    Nessa mesma época imigrantes Jamaicanos em busca de vida melhor e menos marginalizada (porque assim os jovens eram vistos por lá - Jamaica) viram na moderna Inglaterra um lugar fertil pra conseguir um emprego decente, com eles veio toda uma cultura estetica & musical...roupa inspiradas nos filmes de Mafioso dos anos 40 & 50, vingariam num nome de mesmo peso: RUDE BOYS! A musica desses garotos da ilha também fez o sucesso esperado se misturando com a musica que os "MODS" já curtiam (jazz, soul, r&b), o Ska logo foi aceito rapidamente nos encontros & festas, logo Mods & Rude Boys seriam uma turma só!

    Em 64 explodio a guerra de gangues: Mods & Rockers se pegavam a cada encontro, desses confrontos a cena Mod teve sua primeira ramificação: Mod Classico & Hard Mods...

    - Mod Classico : roupas alinhadas, ternos & sapatos italianos, gravatas 3/4, parka!

    - Hard Mod : roupa casual - polo, jean, parka ou harrington, tennis ou sapato de camurça (posteriormente botas cano baixo)

    em 66 a cena se dividiu novamente, o Mod Classico já estava em baixa, a maioria tinha partido pra uma cena mais psicodelica, de roupas coloridas de seda e cabelos mais compridos que o habitual - sobraram alguns Hard Mods que inpulsionados pela Copa de 66 (onde a Inglaterra fora campeã), deram inicio a um fanatismo nos estadios que deu origem ao Holliganismo, as brigas aumentaram & os encontros entre Hard Mods & Rude Boys eram cada vez mais fortes, a união estava cada vez mais presente!

    Da união entre a estetica Hard, a Sonoridade dos Rudes & a truculencia do Holligans... nasceria uma 4 cena: Skinheads!

    Logo a cena "Psicodelica" virou hippie, que eram jovens de classe media alta, que ficavam nas ruas de Londres jogados pelo chão... a cena Skin era totamente contraria a essa ideia, por ter uma postura operariada, de trabalhar dia apos dia, adotou um visual que lhe cabia melhor & de certa forma pra rebater os hippies (suspensorio, jeans, botas, polo & harrington), deixou o cabelo curto (até por facilitar na hora das brigas) & manteve o som que já traziam dos tempos dos primeiros Mods, dando mais prioridade ao Ska & suas ramificações (Rocksteady & Early reggae)!

    A cena Skin durou pouco, apenas o ano de 1970, deu muitos frutos, como os Suedeheads, Sharps & Rashs...(esses dois ultimos com ideologias direcionadas)!

    no final dos anos 70, com o BUMMM do punk nos EUA & Inglaterra os Skin voltaria fortes dentro do cenario Street Punk (depois chamado de OI!), o Mods teriam seu revival misturando a cultura 60´s com o peso do punk, assim como bandas de Ska enfatizariam o orgulho Rude Boy graças a gravadoro 2TONE!

    No Brasil, a banda Ira! deu o ponta pé inicial, chamando uma serie de garotos pra montar suas bandas - Faces & Fases, Charts, Relespublica, Parkas Verdes, Px200, Laboratorio Sp, Tarja Preta & Modulares!

    Mais como todo revival também sugere um modismo, tudo entraria num ostracismo bem demorado, até que voltaria forte no final dos anos 90, com algumas bandas citadas a cima....graças também ao Britpop com influencias sixties feito por bandas como Ocean Color Scene & Supergrass!

    O Mundo se entrega novamente ao passado...não igual, não diferente...mas o mesmo, sem novidades, apenas o interesse de manter algo bom vivo...a postura reta & as memorias certas!

    André Mod

    ResponderExcluir
  7. É Wikipédia mesmo... não tinha o que comentar, então resolvi colar um trecho para constar. E bah, nem sabia desse lance de " CTRL + C / CTRL + V " uahsuasuahsuah... até por que como já havia escrito no meu primeiro post que confio mais no meu lápis, e olha que até pode ser um lápis com Z mesmo: lápiz!

    "...Tenho manias de lápis, de papel, de rascunhos..."

    ResponderExcluir
  8. Olá, show de bola esse Blogger, já virei fã, e também coloquei esse blogger no meu!

    Show de bola, estarei sempre aqui!

    Abraços
    Ivo Junior
    http://retroloide.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. noooooooooooossa quanta coisa pra ler... essa discursão era pra ser um post.. isso sim
    enfim

    Mod é tudo isso é..
    bom saber... vou falar pros meus filhos com quem não andar

    heheh

    brinks
    beijo petty pennyyy

    ResponderExcluir
  10. Amei o blog!Ri alto com o post!Parabéns!

    Abraco paulistano ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Merci beaucoup, Dany! O post é velho mas a regras ainda valem ouro!

      Volte sempre!

      Grande abraço,

      Penny

      Excluir

Mesmo com a moderação de comentários, use seu bom senso. Caro (a) anônimo (a), por favor, identifique-se no comentário!