terça-feira, 28 de abril de 2009

Gavin Watson

Na década de 1980, Gavin Watson começou a fotografar seus amigos, os Wycombe Skins. Suas milhares de imagens tentam retratar candidamente uma sub-cultura que frequentemente é mal interpretada pelo mainstream. Em 1994, Skins por Gavin Watson foi publicado pela 1ª vez.

Gavin Watson nasceu em 1965 em Kingsbury, Londres. Aos treze anos ganhou sua primeira câmera, uma Hanimex. Depois do crescente interesse de Gavin pela fotografia, seu pai, Richard, lhe presenteou com uma Zenit TTL e mais tarde com uma Olympus OM1.


"O que eu aprendi como fotógrafo, eu ensinei a mim mesmo...Eu me tornei skinhead pela música e pela atenção que recebia, especialmente das garotas. Eu amava música dançante e garotas, e a cena Two Tone parecia ter tudo isso. Eu me achei no meu ambiente, que foi a nova geração do multi-cultural crianças que estavam próximos da idade, jamaicanos, irlandeses, etc".


A foto que vocês estão vendo aqui foi tirada com a Olympus OM1. Naquela época não havia a possibilidade de fazer a foto para depois editá-la, um luxo da era digital. O dinheiro era pouco e Gavin tinha um cuidado especial com cada foto que tirava. Seu pai, um engenheiro, conseguiu o equipamento adequado e revelava os negativos de Gavin em casa.


"A promessa de uma rica e fascinante vida, como vi na TV estava em todo lugar, o novo ópio, como a mais dura contra a realidade e futuro desolador que parecia extremamente aborrecido, em comparação com o que essas outras pessoas tiveram, você sabe, essas "pessoas perfeitas 'na caixa".


Levando sua câmera para todos os lugares, Gavin seguiu sua compulsão de retratar seus amigos em cenas únicas.


"As histórias são as coisas mais importantes. As histórias, os mitos, as memórias, isso era o que realmente importava, memórias de um tempo em que você era jovem e cagava e andava...pelo menos fingia que sim".


Além do livro Skins, publicado em 1994, Gavin lançou recentemente o livro de imagens Skins and Punks.
Tu pode ver mais do trabalho dele nos perfis do my space: www.myspace.com/gavinwatsonskins e www.myspace.com/skinsbook

Até o próximo post! ;)




3 comentários:

  1. Sou da opinião que a fotografia tem um crédito muito importante. Uma imagem vale por mil palavras.
    Eu escrevo mil palavras e não consigo dizer nada.
    Tambem tiro uma foto e não consigo mostrar o que quero.
    Mas mesmo assim curto o milesimo de segundo que faz com que o diafragma abra e a brecha de luz queime o maledeto filme, ou hoje em dia, que o apertar do botão grave a imagem .jpg no cartão de memória.

    ResponderExcluir
  2. putz, esse cara é muito fodaaaa! pena que o livro dele é caro pra comprar, tem na Amazon... :(

    aqui: http://www.amazon.com/s/ref=nb_ss_gw?url=search-alias%3Dstripbooks&field-keywords=Gavin+Watson&x=10&y=18

    adorei as explicações dele, bem legal!
    otimo feriado!
    bjs
    André Mod

    ResponderExcluir

Mesmo com a moderação de comentários, use seu bom senso. Caro (a) anônimo (a), por favor, identifique-se no comentário!