terça-feira, 30 de junho de 2009

Recopilatorio Skinhead Women Crew - 2 The Skinhead Girl - Volume 1

Este é o 1º volume de uma compilação dedicada às garotas Skinheads, contando com Laurel Aitken, Symarip, On File, Curasbun Oi! entre outros. Vale a pena baixar. E para quem estava procurando o volume nº 2, o Dé disponibilizou há algum tempo no blog dele.




Baixa aqui

Mantenham a fé, e até semana que vem!

terça-feira, 23 de junho de 2009

O post do Dé


Já há algum tempo aqui no blog foi publicado um post sobre mods de esquina, os terríveis mods wannabe. O post rendeu comentários ótimos, sendo também o mais comentado até hoje. Um deles foi feito pelo meu querido amigo curitibano André Mod, que fez um comentário tão bom e tão auto-suficiente e explicável, que no fim mereceu ganhar um post só para ele. Então, Dé, essa é pra tííí...

"Os Mods ganharam espaço após a Segunda Guerra, por causa das baixas durante a mesma, faltava mão de obra qualificada, os jovens ingleses (Mods) viram a oportunidade de se tornar independentes...começaram a trabalhar de forma operariada nas fabricas de tecido no Norte da Inglaterra, onde havia maior concentração de trabalho! A grana ganha era religiosamente gasta com o visual, festas, drogas & cerveja nos fins de semana.... até por conta disso no começo dos anos 60 nasceu o que seria o primeiro moviemento "Rave" da historia: Northern Soul - que eram encontros de apaixonados pelas musica soul & R&B americanos, como o proprio nome diz, as festas aconteciam em pequenos clubes no Norte da Inglaterra, mesmo local onde as fabricas se aglomeravam com o céu cinza & o clima frio londrino!
Nessa mesma época imigrantes Jamaicanos em busca de vida melhor e menos marginalizada (porque assim os jovens eram vistos por lá - Jamaica) viram na moderna Inglaterra um lugar fertil pra conseguir um emprego decente, com eles veio toda uma cultura estetica & musical...roupa inspiradas nos filmes de Mafioso dos anos 40 & 50, vingariam num nome de mesmo peso: RUDE BOYS! A musica desses garotos da ilha também fez o sucesso esperado se misturando com a musica que os "MODS" já curtiam (jazz, soul, r&b), o Ska logo foi aceito rapidamente nos encontros & festas, logo Mods & Rude Boys seriam uma turma só!

Em 64 explodiu a guerra de gangues: Mods & Rockers se pegavam a cada encontro, desses confrontos a cena Mod teve sua primeira ramificação: Mod Classico & Hard Mods...

- Mod Classico : roupas alinhadas, ternos & sapatos italianos, gravatas 3/4, parka!

- Hard Mod : roupa casual - polo, jean, parka ou harrington, tennis ou sapato de camurça (posteriormente botas cano baixo)

em 66 a cena se dividiu novamente, o Mod Classico já estava em baixa, a maioria tinha partido pra uma cena mais psicodelica, de roupas coloridas de seda e cabelos mais compridos que o habitual - sobraram alguns Hard Mods que inpulsionados pela Copa de 66 (onde a Inglaterra fora campeã), deram inicio a um fanatismo nos estadios que deu origem ao Holliganismo, as brigas aumentaram & os encontros entre Hard Mods & Rude Boys eram cada vez mais fortes, a união estava cada vez mais presente!

Da união entre a estetica Hard, a Sonoridade dos Rudes & a truculencia do Holligans... nasceria uma 4 cena: Skinheads!

Logo a cena "Psicodelica" virou hippie, que eram jovens de classe media alta, que ficavam nas ruas de Londres jogados pelo chão... a cena Skin era totamente contraria a essa ideia, por ter uma postura operariada, de trabalhar dia apos dia, adotou um visual que lhe cabia melhor & de certa forma pra rebater os hippies (suspensorio, jeans, botas, polo & harrington), deixou o cabelo curto (até por facilitar na hora das brigas) & manteve o som que já traziam dos tempos dos primeiros Mods, dando mais prioridade ao Ska & suas ramificações (Rocksteady & Early reggae)!

A cena Skin durou pouco, apenas o ano de 1970, deu muitos frutos, como os Suedeheads, Sharps & Rashs...(esses dois ultimos com ideologias direcionadas)!

no final dos anos 70, com o BUMMM do punk nos EUA & Inglaterra os Skin voltariam fortes dentro do cenário Street Punk (depois chamado de OI!), o Mods teriam seu revival misturando a cultura 60´s com o peso do punk, assim como bandas de Ska enfatizariam o orgulho Rude Boy graças a gravadoro 2TONE!

No Brasil, a banda Ira! deu o ponta pé inicial, chamando uma série de garotos pra montar suas bandas - Faces & Fases, Charts, Relespublica, Parkas Verdes, Px200, Laboratorio Sp, Tarja Preta & Modulares!

Mais como todo revival também sugere um modismo, tudo entraria num ostracismo bem demorado, até que voltaria forte no final dos anos 90, com algumas bandas citadas a cima....graças também ao Britpop com influencias sixties feito por bandas como Ocean Color Scene & Supergrass!

O Mundo se entrega novamente ao passado...não igual, não diferente...mas o mesmo, sem novidades, apenas o interesse de manter algo bom vivo...a postura reta & as memorias certas!"

André Mod

Mantenham a fé pipocos, e até semana que vem!



terça-feira, 16 de junho de 2009

A origem das espécies*

Seja mod ou seja skin, o importante é ter elegância na vida. Aqui vai uma pequena e curiosa lista sobre as origens de algumas peças de vestuário masculino.

POLO – Quem inventou a polo foi o tenista francês René Lacoste. Mas quem acha que o logo do crocodilo nasceu porque o cara era um réptil nas quadras se enganou. O apelido surgiu quando ele faturou uma mala de couro de crocodilo, numa aposta com seu treinador. A camiseta polo ganhou o logo do bicho, sem que René soubesse que estava criando uma marca que seria referência mundial de moda.

SUSPENSÓRIOS – Foi em 1871 que Samuel Clemens, conhecido como Mark Twain, patenteou os suspensórios nos Estados Unidos. O que ele não podia imaginar é que seu invento praticamente perderia a função de segurar as calças entre os mais jovens, mas que vira e mexe ele apareceria nos looks de desfile, soltos em cima do traseiro, para criar um efeito rock’n’roll.

TÊNIS – Em 1800, surgiram os primeiros sapatos com solado de borracha, chamados de Plimsoll, específicos para praia. Foi em 1892 que a Goodyear, empresa de sapatos de borracha, parte da divisão da United Status Rubber Company, começou com o processo da vulcanização resultando num tênis chamado Keds. Para quem achava que a Converse era a primeira, eles só lançaram sua versão de tênis em 1908.

MALHA ESCOCESA - Como os arquivos da Pringle of Scotland, famosa marca escocesa de malhas, foram perdidos num incêndio, ninguém sabe ao certo quem inventou o padrão argyle (losangos multicoloridos inspirados no clã escocês Argyle), mas diz a lenda que o Duque de Windsor, inventor de outras famosas peças masculinas, encomendou uma malha de padrão xadrez para combinar com suas meias axadrezadas.

CAMISA COM BOTÕES NO COLARINHO – Antes de 1896, os colarinhos das camisas voavam a favor do vento. Foi a famosa marca americana Brooks Brothers que introduziu botões nos colarinhos das camisas. Até hoje a marca é considerada uma das mais famosas do mundo quando o assunto é camisa masculina.

JEANS – 1853, corrida do ouro em São Francisco, Califórnia. Levi Strauss e seu cunhado David Stern, donos de uma loja de tecidos e roupas para mineradores, criaram o primeiro Blue Jeans. Em 1872, surgiram os rebites. Com o sucesso de vendas das calças, a dupla patenteou o invento. Em 1890, anunciaram o nascimento do modelo 501.

MOCASSIM DRIVE - O primeiro sapato para dirigir deve ter sido criado pela Carshoe lá pelo meio dos anos 60, mas a Tod’s, outra potência em mocassins masculinos, se declara a inventora.

AVIADORES – Muito antes de o Tom Cruise acelerar sua moto e seu avião de caça em Top Gun, os óculos de hastes metálicas e lentes esverdeadas eram usados pelos pilotos da Força Aérea americana. Quem desenvolveu foi a Ray-Ban, em 1936, marca que continua líder de mercado até hoje.

CASACO DE CHUVA - O primeiro casaco resistente à água surgiu em 1823, quando o químico escocês Charles Macintosh juntou uma camada de borracha com tecido de lã. Nascia o conhecido casaco MAC.


*Texto extraído da Revista VIP - maio de 2009

E não se esqueçam do post sobre a enquente, que foi publicado ontem. Acusem-se e comentem sobre as alternativas escolhidas. Mantenham a fé e até semana que vem!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Resultado da enquete


Só para constar que eu fui uma das pessoas que responderam a alternativa "hã?". Pessoas que votaram, identifiquem-se e digam o por que das escolhas das alternativas nos comentários. Uma nova enquete está a caminho.

terça-feira, 9 de junho de 2009

Os maiores clubes de Northern Soul da Inglaterra

Seguindo o post sobre Northern Soul, apresento aqui uma lista resumida dos maiores clubes noturnos de Northern Soul da Inglaterra.

Twisted Wheel (1963 - 1971) - O clube começou na década de 1950 como um café beatnik chamado Left Wing. Perto do centro de Manchester abriu em novembro de 1963, localizada em 26 Brasenose Street, como um lugar que varava a madrugada, tocando um mix de blues, early-soul, bluebeat e jazz. No dia 18 de setembro de 1965 ele se mudou para uma segunda localidade, em 6 Whitworth Street. Graças ao dj Roger Eagle, o Twisted Wheel cresceu com a reputação de um bom clube para dançar o R&B norte-americano. Os frequentadores mais assíduos do clube eram conhecidos como wheelites.

Catacombs (1967 - 1974) - Localizado em Temple Street, Wolverhampton. Não fosse pela sua inauguração, ele poderia ter facilmente ter superado o Twisted Wheel como o principal clube do início dos anos 1970. Seus principais djs eram Alan S (Smith), relativamente novo na época e Farmer Carl Dene, um dos maiores colecionadores de Rare Soul da década de 1960. Uma das curiosidades do clube era de que em alguns dias ele fechava à meia-noite.

Wigan Casino (1973 - 1981) - Localizado em Wigan, Manchester, foi um dos maiores pontos de encontro dos amantes do Northern Soul. Desde setembro de 1973, jovens de todo o Reino Unido faziam regularmenrte o caminho até o clube para escutar os maiores hits e dançar, o que tornava as filas para entrar no clube muitas vezes quilométricas. Uma das pistas de dança, chamava-se Mr. M's e ficava aberta até às 6 da manhã, tocando só a velharia soul de uma grande variedade de djs. O abuso de drogas por muitos frequentadores, além das poucas músicas de qualidade que estavam sendo tocadas com o passar do tempo, levaram à deterioração do clube. Além disso, traficantes nas dependências do clube chegavam a assaltar as pessoas. Um ano depois de seu fechamento, o prédio onde funcionava o Wigan Casino pegou fogo.

The Golden Torch (196
5 - 1972) - Mais conhecido apenas como The Torch, este foi na verdade um clube noturno Mod, localizado em Tunstall, Stoke on Trent. Primeiramente era uma igreja, depois se tornou uma pista de patinação no gelo, e na década de 1940 o Little Regent Cinema. O antigo cinema foi transformado num clube Mod por Christopher Burton, contemporêneo de Ivor Abadi (fundador do Twisted Wheel) e Russ Winstanley do Wigan Casino. O clube abriu em 30 de janeiro de 1965 com uma apresentação de Billy J. Kramer & The Dakotas. Um dos djs residentes do clube foi Peter Stringfellow, que passou a tocar os soul hits de artistas obscuros como Inez e Charlie Fox, fazendo com que o clube passasse a ter clientela similar a do Twisted Wheel. Depois que o Wheel fechou, o The Torch passou a ser o ponto de encontro da música negra norte-americana.

Blackpool Mecca (1971-1979) - Localizado em Blackpool, Lancashire. Era conhecido também como The Highland Room e foi um dos clubes de northern soul mais populares. Diferentemente do Wigan Casino e do The Torch o clube funcionava somente nos sábados à noite das 20:00 hs até às 2 da manhã. Seus dois principais djs foram Ian Levine e Colin Curtis.
Mais tarde, na década de 1970, o Highland R
oom passou a tocar uma forma mais contemporânea e menos frenética de Northern Soul, caracterizado por gravações como "It Really Hurts Me Girl" do Carstairs, "Cashin' In" do Voices Of East Harlem e "Ain't Nothing Like Your Love" do Charisma Band. O clube acabou em 1979, edifício foi fechado em 1980 e demolido em janeiro de 2009 para abrir um centro educadional.

Mantenham a fé, vejo vocês na próxima semana!



terça-feira, 2 de junho de 2009

The Modfather


O post de hoje é em homenagem a John William Weller, mais conhecido como Paul Weller, que na terça-feira passada completou 51 anos de vida. Nascido aos 25/05/1958 em Sheerwater, perto de Woking, na Inglaterra, Paul é filho de um taxista e de uma faxineira.
Fã de The Who, Small Faces e dos Beatles na juventude, Weller fundou o The Jam em 1972, junto com Steve Brookes (guitarra solo) e Dave Waller (guitarra rítmica), juntou-se ao grupo Rick Buckler nas baterias e Bruce Foxton que substituiu Waller. Em 1983, funda junto com o Mick Talbot (ex-Merton Parkas e Dexy's Midnight Runners) o Style Council.
Weller é considerado o Modfather, pai dos Mods, por ser a principal figura do Mod Revival no final da década de 1970.


Segunda-feira que vem, dia 08/06, o cinquentão ô-lá-na-minha-humilde-residência, lança um cd e um dvd ao vivo, intitulado "Just a Dream".
O material terá 21 faixas ao vivo, gravadas para a Rádio BBC e mais quatro músicas na Channel 4. O DVD traz ainda clipes das músicas "Have You Made Up Your Mind?" e "Echoes Round The Sun", e uma entrevista com Weller e sua banda. O CD conta com 13 músicas gravadas ao vivo no London O2 Brixton Academy, em novembro do ano passado.
Agora só falta esperar o lançamento aqui no Brasil e, quem sabe, um show dele para divulgação do trabalho. Lembrando que ele cancelou sua apresentação em outubro do ano passado no Tim Festival devido a problemas com o visto de entrada de seu tecladista brasileiro naturalizado inglês, o que me deixou extremamente frustrada. O jeito é torcer pela volta dele.

No post da terça que vem, os maiores clubes de Northen Soul da Inglaterra.

Mantenham a fé.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Os meninos nazis

" O país vai de carrinho
Vai de carrinho o país
Os falcóes das avenidas
São os meninos nazis

Blusão de cabedal preto
Sapato de bico ou bota
Barulho de escape aberto
Lá vai o menino-mota

Gosta de passeio em grupo
No mercedes que o papá
Trouxe da Europa connosco
Até à Europa de cá

Despreza a ralé inteira
Como qualquer plutocrata
Às vezes sai para a rua
De corrente e de matraca

Se o Adolfo pudesse
Ressuscitar em Abril
Dançava a dança macabra
Com os meninos nazis

Depois mandava-os a todos
Com treze anos ou menos
Entrar na ordem teutónica
Combater os sarracenos

Os pretos, os comunistas
Os Índios, os turcomanos
Morram todos os hirsutos!
Fiquem só os arianos !

Chame-se o Bufallo Bill
Chegue aqui o Jaime Neves
Para recordar Wiriamu,
Mocumbura e Marracuene

Que a cruz gamada reclama
e novo o Grão-Capitão
Só os meninos nazis
Podem levar o pendão

Mas não se esquecam do tacho
Que o papá vos garantiu
Ao fazer voto perpétuo
De ir prà puta que o pariu"
(Zeca Afonso)

E assim canta o poeta português José Afonso.
É incrível pensar que num mundo globalizado, "sem" fronteiras e em pleno século XXI possam existir pessoas de mente curta.
Todo dia ao chegar no meu trabalho, paro uns minutos antes de começar minhas funções para dar uma olhada no jornal da minha cidade. Hoje me deparei com a realidade absurda que me cerca. Não é fome, não é miséria. Talvez seja miséria sim, mas de espírito, de educação. As pessoas são miseráveis em questão de respeito ao próximo.
A maior cidade da Serra Gaúcha: Caxias do Sul, MINHA cidade é base do movimento neonazista Neuland, mesmo grupo do casal assassinado em Curitiba em abril deste ano. Pelo menos 10 pessoas na cidade, em Bento Gonçalves (terra do Rocko) e em Garibaldi tinham ligação com esse grupo.
Com tantas mazelas sociais, já é difícil pensar em paz e amor, mas uma política de ódio e segregação me soa hilária, realmente.
Piadistas. É isso o que esse tipo de gente é. Mas não tem graça.
Para as pessoas adeptas de tal comportamento, um conselho para vocês: sigam seu líder e se matem. Pessoas de verdade somos nós. Vocês, são o lixo. Uma farsa. A verdadeira escória da socidade. Pra mim basta. Até quando negarão suas raízes ou continuarão a se contradizer, ó grandessíssimos Homo sapiens sapiens?
Para que diabos o uso das faculdades mentais que (não) possuem a não ser para fazer aquilo que são exatamente: Um poço de merda? Sabem ler, sabem escrever, sabem interpretar um texto sem serem analfabetos funcionais, não senis ao 25 anos de idade. Mas tem atitudes deveras estúpidas que vão contra os progressos do mundo, com os progressos da socidade. E, pior, que cabem exatamente ao tipo baixo de mentalidade que possuem. Andam armados de "ideais" do que julgam ser a sociedade perfeita, posam de malvados e perigosos em perfis do orkut. Fazem ameaças pessoais. Chutam a cara do gay. Chamam o mendigo de vagabundo. Mas só andam em grupo e fazem tudo na moita, como os maricas que são. Nunca foram nada, nunca serão nada. E assim vai ser até o fim dos tempos.

Para os menos indignados com tudo o que acontece, amanhã publicarei uma pequena homenagem ao Paul Weller.

See you tomorrow.