quinta-feira, 8 de abril de 2010

Morre Malcolm McLaren, empresário dos Sex Pistols


Fonte: IG

O produtor Malcolm McLaren, ex-empresário dos Sex Pistols, morreu na manhã de hoje em Nova York. Ele tinha 64 anos e sofria de câncer. Seu corpo deve ser transportado para Londres, onde ele nasceu, para ser enterrado no cemitério de Highgate.
McLaren teve papel fundamental na formação dos Sex Pistols, banda que popularizou o movimento punk nos anos 70. Foi ele, por exemplo, quem trouxe o vocalista John Lydon (rebatizado Johnny Rotten, ou 'Joãozinho Podre) para o grupo.

Antes de comandar os Sex Pistols, McLaren foi proprietário da loja de roupas Let It Rock (depois batizada de Sex), junto com a futura estilista Vivienne Westwood, sua mulher na época. O agressivo visual do punk britânico - roupas rasgadas e alfinetes - foi criado pelos dois.

Ele também foi empresário da banda americana New York Dolls. No grupo, um dos precursores do punk, ele testou várias ideias (e, segundo seus detratores, apropriou-se de várias outras) que depois seriam utilizadas nos Sex Pistols.

Apesar de sua importância, McLaren sempre foi uma figura controversa. Era odiado por fãs dos Sex Pistols, que o consideravam apenas um marqueteiro, e também pela própria banda, com quem brigou por vários anos por questões contratuais.

Após o fim do grupo, em 1978, ele dedicou-se a diversos projetos musicais. Flertou com o rap em 1983, com o disco Duck Rock, e com a house music em 1989, no álbum Waltz Darling. Seu último trabalho, Shallow: Musical Paintings, é do ano passado.

O porta-voz de McLaren, Les Molloy, afirmou ao jornal britânico The Independent que ele enfrentava o câncer há bastante tempo. "Recentemente, ele estava bem de saúde, mas seu estado piorou muito rápido", declarou.

Um comentário:

  1. seu papel no universo punk, na década de 70, foi de um empresário ávido por lucros! mas, devemos reconhecer seu talento e criatividade para lançar algo como os pistols! mesmo assim, adeus McLaren! era um artista também!

    ResponderExcluir

Mesmo com a moderação de comentários, use seu bom senso. Caro (a) anônimo (a), por favor, identifique-se no comentário!