quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Los Bravos - Black Is Black (1966)

Los Bravos foi a primeira banda espanhola a fazer sucesso fora da Europa, sucesso este alcançado até mesmo no Brasil com a eternamente dançante Black is Black.


Formada pela junção de Los Sonor com o The Runaways, Los Bravos era formado pelo alemão Mike Kogel nos vocais, e pelos espanhóis Antonio Martinez na guitarra, Manuel Fernandez nos teclados, Miguel Danuz no baixo e Pablo Gomez na bateria.

O vocal de Kogel cujo timbre lembrava muito a voz de Gene Pitney e as músicas em maior parte animadas e dançantes foram os fatores que contribuíram para o sucesso da banda. O single Black is Black, lançado em 1966, alcançou o 2º e o 4º nas paradas do Reino Unido e dos Estados Unidos, respectivamente. O sinle seguinte I don't care alcançou nº 16 no Reino Unido, levando a banda a se apresentar no Festival de Música de Sanremo. Em 1967 e em 1968 a banda fez parte de dois filmes espanhóis: Los chicos con las chicas dirigidor por Javier Aguirre e ¡Dame un poco de amooor...! dirigido por José Maria Forqué e Francisco Macián. A banda foi marcada por duas tragédias em tempos diferentes, em 1967 o tecladista Manuel Fernandez comete suicídio aos 23 anos de idade, após a morte da noiva em um acidente de carro e em 1990 o guitarrista Antonio Martinez morre num acidente com motocicleta ao ir para seu escritório.

As músicas cantadas em inglês, somados com o vocal animado de Kogel e ritmo na maior parte dançante, com arranjos bem pontuados pelos teclados são o que garantem o sucesso deste álbum em qualquer festa ou coletânea sixties.




Los Bravos - Black Is Black (1966)

01. Black is Black
02. Trapped
03. Baby, Baby
04. Make It Easy For Me
05. She Believes In Me
06. I Want A Name
07. I Don't Care
08. Stop That Girl
09. I'm Cuttin' Out
10. Don't Be Left Out In The Cold
11. You Won't Get Far
12. Baby, Believe In Me


Mantenham a fé e até amanhã!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mesmo com a moderação de comentários, use seu bom senso. Caro (a) anônimo (a), por favor, identifique-se no comentário!