terça-feira, 1 de maio de 2012

The Rolling Stones - England's Newest Hitmakers (1964)

"O destino os juntou. Michael Jagger e Keith Richards nasceram em Dartford, Kent, em 1943, e moravam a algumas esquinas de distância. Eles frequentaram a mesma escola primária e faziam parte da mesma turma, mas nos primeiros 18 anos de suas vidas, eles eram completos estranhos". E é assim que começa não só a mini biografia escrita por Jon Ewing, mas também a história de uma das maiores e mais prolíficas bandas do The British Invasion, a The Rolling Stones.

Mick e Keith se conheceram numa viagem de trem que Mick costumava fazer a Londres na época em que estudava na faculdade de economia. Keith Richards ficou impressionado com os raros discos de blues que Mick levava em baixo do braço aquele dia, e logo foi convidado por Jagger a escutar um dos ensaios da Little Boy Blue & The Blue Boys, a banda de Mick na época. Logo Keith estava fazendo parte da banda e, apesar da pouca idade, já era considerado um exímio guitarrista.

Em 1962, os rapazes viajaram para Londres para assistir a primeira banda reconhecidamente inglesa de blues, a Alexis Korner's Blues Incorporated. Um dos pontos altos das apresentações da Blues Inc. era quando o grupo convidava fãs e cantores amadores para subir ao palco e cantarem junto com eles. Numa dessas apresentações, apesar da timidez, Mick subiu ao palco, e logo daria vida ao frontman de voz anasalada e de movimentos corporais que mais pareciam chiliques. Foi também num destes shows que eles foram apresentados a Brian Jones, um multi-instrumentista extremamente talentoso.

O nome Rolling Stones (inspirado numa música do bluseiro Muddy Waters) foi ideia de Jones, que  apesar da negativa dos demais integrantes em relação ao batismo, apresentou o grupo formado então por ele e Richards nas guitarras, Jagger nos vocais, Dick Taylor no baixo e Ian "Stew" Stewart nos teclados, na primeira apresentação dos rapazes no famoso The Marquee Club, em Londres. 

Logo Dick Taylor, que não apostava na carreira de músico, deixou a banda sendo substituído Bill Perks, mais conhecido por Bill Wyman. Quase em seguida junta-se a eles Charlie Watts, o sempre elegante e bem-vestido baterista.

No alto, ao centro: Mick Jagger. Da esq. para a dir.: Bill Wyman, Brian Jones, Keith Richards e Charlie Watts.

Em 1963 os rapazes estavam atraindo cada vez mais público (entre eles havia tanto mods quanto rockers) para suas apresentações no Crawdaddy Club, neste mesmo ano foram apresentados para os Beatles num dos shows no Crawdaddy. Daí pode ser que tenha surgido a famosa "rivalidade" entre as duas bandas: enquanto os Beatles eram sorridentes e elegantes, cantando músicas sobre amor, os Stones eram mau-humorados, maltrapilhos e intimamente ligados ao r'n'b. Porém, na verdade havia uma parceria e mútuo respeito entre as bandas, a ponto da dupla Lennon/McCartney oferecer a música I Wanna Be Your Man para os Stones. Ambas as bandas acabaram gravando e fazendo versão beeem diferentes desta mesma música.

Foi também neste mesmo ano em que os rapazes acabaram sendo empresariados por Andrew Loog Oldham, onde começaram a fazer shows pela Inglaterra toda e  acabaram por ser a banda de apoio de Little Richard na turnê que ele fez pela Grã-Bretanha. Antes do lançamento deste primeiro álbum comercial nos EUA, os rapazes já tinha lançado pelo menos 4 singles.

The Rolling Stones - England's Newest Hitmakers foi lançado na América em 30 de maio de 1964. Com produção de Oldham e Eric Easton, o álbum é na verdade a mostra da autêntica paixão dos rapazes pelo r'n'b, numa época em que os blues melosos e o skiffle tomavam a Grã-Bretanha de assalto. A faixa Not Fade Away contém também os vocais de Phil Spector, Gene Pitney, além de Allan Clarke e Graham Nash, ambos do The Hollies.


The Rolling Stones - England's Newest Hitmakers (1964)


01. Not Fade Away
02. Route 66
03. I Just Want To Make Love To You
04. Honest I Do
05. Now I've Got AWitness
06. Little By Little
07. I`m A King Bee
08. Carol
09. Tell Me (You`re Coming Back)
10. Can I Get A Witness
11. You Can Make It If You Try
12. Walking The Dog

download

Vejo vocês amanhã! Mantenham a fé!

2 comentários:

Mesmo com a moderação de comentários, use seu bom senso. Caro (a) anônimo (a), por favor, identifique-se no comentário!