quinta-feira, 16 de agosto de 2012

It must be good being british: a festa de encerramento das Olimpíadas de Londres

Novamente não consegui ver o encerramento dos jogos olímpicos e isso me entristeceu um bocado. Mas, consegui acompanhar a cerimônia com um atraso de 3 dias.

Simplesmente o maior espetáculo em termos técnicos, a edição das Olimpíadas Londrinas é histórica e bateu recordes como maior audiência televisiva de todos os tempos. Não por nada...

Entretanto, acho que aprendi uma lição importante a respeito dos ingleses nestas Olimpíadas: eles são, na verdade, ótimos em esportes e péssimos com sua música. Triste, mas verdade. Ainda assim, deve ser bom ser britânico, o orgulho estava estampado no rosto de cada um.

E na verdade não sei o que esperar do Brasil em 2016. Rio de Janeiro não tem dinheiro para cuidar de sua parte miserável e de suas mazelas, mas vai querer dar festa para gringo ver. Pobre, mas soberbo. 

Marisa Monte e Seu Jorge sempre valorizam qualquer cerimônia, mas pensar nos artistas populares made in Brazil que são exportados para a Europa me dão uma vergonha tremenda. Já é senso comum achar que artistas como Ivete Sangalo, Cláudia Leite e Michel Teló são a cara do País e coisa que todo mundo gosta de ouvir. Festa melhor? Maior? Dúvido. Quero ver é a Vanusa cantando o Hino Nacional, isso sim!

Vai ser bem difícil Brasil fazer melhor...

Mas, sem mais piadas e possíveis previsões para o futuro, que tal acompanhar comigo alguns flashes dos melhores momentos da festa de encerramento?

All Images Via: Daily Mail

Eric Idle cantando o clássico Always Look On The Bright Side Of Life do Monty Python. Amor eterno!  ♥♥ 


The Whoooooooo!!

O gari Renato Sorriso e Pelé.

Rio de Janeiro pode ser que esteja preparado para 2016. Ou não.

Liam Gallagher e seu Beady Eye.

Russel Brand é um cara engraçado, mas foi uma escolha infeliz para cantar Pure Imagination/ I'm The Walrus
Homenagem aos Mods e ao The Who: Kaiser Chiefs e sua espetacular versão de Pinball Wizard. Preciso dizer que fiquei toda arrepiada?

John Lennon curtiu isso

Digno!


Ray Davies e seu eterno Waterloo Sunset

Sei lá, deve ser bom ser britânico

Oh não, nós não temos Madness para fechar com chave-de-ouro =(




E aí, cariocas? Prontos para 2016?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mesmo com a moderação de comentários, use seu bom senso. Caro (a) anônimo (a), por favor, identifique-se no comentário!