domingo, 22 de fevereiro de 2015

Bandas Novas: novidades!

Nestes últimos dias, algumas bandas que já passaram aqui pela nossa seção Bandas Novas soltaram material novo! Assim sendo, façamos um "update" indicando esses sons que acabam de ganhar o mundo.






Os antes trio de Watford, agora quarteto com a entrada do tecladista Chris Chanell , soltou o single "Stand Down", primeiro registro a vir a público do vindouro "Response", álbum cheio e de estreia do grupo. Um pouco diferentes dos singles anteriormente lançados, embora a energia seja exatamente a mesma, os Spitfires exploram o novo instrumento que fora incorporado a formação do grupo e os vocais de apoio que não se limitam a gritar o título da faixa no refrão, fazem também linhas melódicas. Para ouvir e já sair cantarolando.






A pioneira banda mod revival italiana (o conjunto existe desde do mítico ano de 1979), após lançar um EP com quatro covers, entrega um compacto de 45 rotações "double A side" e, sem dúvida, ambas as faixas são verdadeiros "lados A", são elas: "What I Need" e "Virtual World". Totalmente sintonizadas ao mod revival e com uma sonoridade contagiante. Para promover o lançamento do disquinho, o qual sairá em formato físico em março próximo, o grupo gravou vídeos para ambos os temas.




Bonus Track

Não se trata de um artista ou banda nova, mas obviamente vale o registro. Paul Weller subiu no canal dele no YouTube um clipe de uma das faixas que fará parte de seu álbum novo, "Saturns Pattern", a ser lançado em 11 de maio/2015. O tema se chama "White Sky" e tem uma pegada "Helter Skelter", com um riff poderoso e repetitivo. O vídeo e a gravação da música contaram com a participação de Andy Crofts e Ben Gordelier, ambos do The Moons e que há algum tempo fazem parte da banda de apoio do antigo vocalista do The Jam.



Cheers!


sábado, 14 de fevereiro de 2015

Blood and Carpet (2015)

Esses tempos eu recebi um e-mail. A caixa do Moderno recebe muitos emails quase todos os dias e 99,9% são spams, mas este foi um daqueles e-mails que me chamou a atenção - primeiro por estar escrito todo em espanhol e, segundo por se tratar de um filme com um pezinho no sixties - e eu disse comigo mesma "ê laiá!". 



A pérola se chama Blood and Carpet, cuja história se passa na Londres de 1967. O casal Ruby e Lyle tem um problemão: um corpo numa banheira (o que envolve...sangue e um carpete!). 


Escrito e dirigido por Graham Fletcher-Cook, o filme teve o modesto orçamento de apenas 3 mil libras e foi filmado no tempo recorde de 10 dias. O trailer é divertido, e a história parece conseguir misturar a Mod Culture com o climão dos filmes B do Roger Corman. O filme estreará na segunda-feira, mas você pode comprá-lo ou alugá-lo para assistir online por preços bem módicos clicando bem aqui